« links for 2008-03-19 | Main | links for 2008-03-20 »

19-03-2008

Planta de cemitério, por Nicolas Rouquette


Minha mãe certamente nunca foi de acreditar em espíritos do além. O conto do C.D. de Andrade, Flor, telefone, moça, lhe causaria risa, no mínimo. Pois é que minha mãe tinha o hábito de freqüentar cemitério, ou os mortos da família Leite e Oiticica se acumularam, e Mommy levava mudinhas de suculentas.

Assim, por anos a fio conheci estas plantas chamando-as de "plantas de cemitério." Não requerem água ou muito cuidado. Assim como os mortos, entregues à terra, que se decompõem naturalmente. Não incomodam ninguém.

É deprimente estar doente dando trabalho aos seus. Minha mãe não fala mais porque não quer falar. Eu falo aqui no meu espaço e em alguns outros, cada vez menos.

Deixo com vocês a plantinha de cemitério fotografada aqui no meu jardim "mexicano" ou "japonês" como queiram. Mais fotos de jardins e flores no meu Flickr, anarchic_universe.

Bom dia para todos.Plantade


Sphere: Related Content

TrackBack

TrackBack URL for this entry:
https://www.typepad.com/services/trackback/6a00d8341caa9f53ef00e55139b5a38833

Listed below are links to weblogs that reference Planta de cemitério:

Comments

Clayton

Tina, minha querida, tudo bem? Andei meio sumido, correria, mas aqui estou.

Sugestão: que tasl umas flores mais "floridas", coloridas, diferentes dessas daí?

Se precisar, mando um belo buquê, coloridão, para você aí! beijão e tudo bão

hazzamanazz

Como já disse o grande Bob Dylan, "ou você está ocupado em viver, ou está ocupado em morrer".
No filme "Seven" também há essa constatação, a vida é dura, muito dura e você tem de querer vivê-la.

Eu estou em um momento que estou decidindo se quero viver ou me ocupar de morrer.

Não seja tão dura consigo mesmo, Tina.
Você deu uma mão ao seu marido e ainda criou um filho.
Agora é sua vez de precisar deles (apesar de vocês mulheres e, especialmente, mães, não gostarem nadinha disso).

Se serve de consolo, é essa nossa finitude que faz a coisa ficar divertida, pois mais estranho que isso possa parecer.

Beijos e se cuida

Flávia Nogueira

Oi Tina! ADORO plantas suculentas! E essas daí estão parecendo rosas. Muito lindas. E realmente sua mãe tem razão. Flor de plástico no cemitério é o ó do borogodó. Flor mucha então, dá um ar de esquecimento total. No túmulo do meu pai tem uma árvore e umas florzinhas que não requerem cuidados diários. Fica bem bonito, apesar de ele estar enterrado naqueles cemitérios horrorosos, com anjos, mansoleus e aquelas coisas blargh. Eu sou mais do tipo: Do pó ao pó.
Beijos

The comments to this entry are closed.

Google

Twitter Updates

    follow me on Twitter

    Amigos do Universo Anárquico℠

    Foto Flickr

    • Pedra do Arpoador,Ipanema, Rio de Janeiro
      www.flickr.com
      This is a Flickr badge showing photos in a set called Pedra do Arpoador,Ipanema, Rio de Janeiro. Make your own badge here.

    Last.FM

    Universo Anárquico℠ Blog Roll